Marcelo Cidade

Com um trabalho que é frequentemente informal e subversivo, Marcelo Cidade questiona os paradigmas e ideais da arquitectura modernista. Apropriando-se de espaços urbanos, o artista cria novas linguagens e altera as nossas ideias pré-concebidas sobre o espaço. Revelando relações e valores sociais edificados, o seu trabalho produz uma contracorrente, uma “estética de resistência” que explora conflitos sociais complexos, transportando símbolos e situações da rua para espaços dedicados à arte.

Exposições
TOPO